Tipo imóvel:
Capela
Designação:
Capela de São João de Pedra Leital
Outras designações:
Ermida de Nossa Senhora da Pedra Leital

Capela da Senhora das Neves

Descrição:
Capela milenar, de invocação a São João, constituída por um só corpo, com sacristia e alpendre frontal de construção posterior. Na fachada principal, rasgada por duas janelas e um portal, sobressai um nicho, em granito, onde, até há pouco tempo, existia uma imagem de São João Baptista em pedra ançã. O interior, simples e minimalista, não contem nenhuma beleza particular, a não ser a imaginária que se encontra nos vários altares: Nossa Senhora das Neves e São Bento (anteriores a 1758), Santo António e Santa Ana (posteriores a 1758). Referida no Censual de Entre Lima e Ave do Bispo D. Pedro do ano de 1085 como sede da paróquia de São João de Sesulfe, durante o século XII acabou extinta e integrada na paróquia de São Silvestre de Requião. No século XVIII era dedicada a Nossa Senhora das Neves, ou da Pedra Leital, derivando essa designação da existência nas imediações de um afloramento granítico, vulgo penedo, chamado de Pedra Leital aonde as mulheres que não produziam leite ou que os filhos possuíam problemas de crescimento praticavam alguns rituais. Esta crença ainda hoje encontra-se na memória da comunidade que, esporadicamente, a pratica. No fim-de-semana seguinte ao 24 de junho, dia de São João, havia grandes festividades, onde não faltava a tradicional subida ao pau de bacalhau, o sorteio de touro, arraial com música e comes e bebes e, na componente religiosa, missa, sermão e procissão.
Cronologia:
1001-01-01; 1084-12-31; Medieval; Século XI; Construção; Conjetural. Primitivo templo.

1085-00-00; 1085-00-00; Medieval; Século XI; Referência Documental; Mencionada no Censual de Entre Lima e Ave do Bispo D. Pedro como paróquia de São João de Sesulfe.

1220-00-00; 1220-00-0; Medieval; Século XIII; Referência Documental; Nas Inquirições de D. Afonso II aparece integrada na paróquia de São Silvestre de Requião.

1758-05-23; 1758-05-23; Moderna; Século XVIII; Referência Documental; Vem já referida pelo Pároco de Requião, Gabriel Francisco de Araújo Vale, nas Memórias Paroquiais.

2011-12-18; 2011-12-18; Contemporânea; Século XXI; Acontecimento/Assalto; A capela foi alvo de um assalto, tendo os ladrões levado consigo algumas imagens de santos e um cálice.

Épocas:
Medieval

Funções:
Religiosa/Devocional/Votiva

Localizações:
Atual\Portugal\Braga\Vila Nova de Famalicão\Requião

Medidas:

Área: 47,00 Área\Metro Quadrado (m2) [Capela.] Valor baseado na informação de A. Martins Vieira em "As Capelas no Concelho de Vila Nova de Famalicão".

Protecção:
Em Vigor\Direta\Plano Diretor Municipal\2015\Planta de Ordenamento II - Património Edificado e Arqueológico\Planta B; Identificado com o Código DOGU n.º 293

Tipologias:
Património Edificado\Religioso

Unidade cultural:
Gabinete do Património Cultural
Nº imóvel:
GPC.3302C01
Catalogação
Bibliografia

C M Famalicão® - Todos os direitos reservados
in web Acesso online ao Patrimonium. Sistemas do Futuro