Descrição:
Bernardino Machado nasceu a 28 de março, no Rio de Janeiro. Licenciou-se em Matemática e Filosofia na Universidade de Coimbra. Em 1872, quando atingiu a maioridade, declarou na Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão a sua opção pela nacionalidade portuguesa, tornando-se a partir dessa altura Famalicense por vontade própria. No ano de 1882 foi eleito deputado regenerador por Lamego e em 1886, por Coimbra. Em 1890 e 1895 foi eleito par do reino pelos estabelecimentos científicos e, em 1893, exerceu funções ministeriais na pasta das Obras Públicas, Comércio e Indústria no governo de Hintze Ribeiro. A seguir à proclamação da República, sobraçou a pasta dos Negócios Estrangeiros no Governo Provisório e, em 1911, foi eleito senador da Assembleia Nacional Constituinte. No ano seguinte foi nomeado ministro de Portugal no Rio de Janeiro. De regresso do Brasil assumiu, em 1914, a presidência de dois governos sucessivos a convite do então Presidente da República, Manuel de Arriaga. No ano seguinte era eleito Presidente da República, cargo que desempenhou até à revolução sidonista, em 1917. A sua recusa em resignar ao cargo conduziu à sua destituição e ao exílio em Espanha e França. De regresso a Portugal, passados dois anos, retomou o exercício de cargos políticos, tendo sido Senador (1919), Chefe do Governo (1921) e Presidente da República (1925). Em março de 1927, depois das primeiras revoltas militares contra a ditadura instaurada a seguir ao 28 de maio de 1926, Bernardino Machado parte para Vigo, dando início ao seu 2.º exílio de 13 anos. Morreu no Porto, em 29 de abril de 1944.
Cronologia:
1851-03-28; 1851-03-28; Século XIX; Nascimento

1944-04-29; 1944-04-29; Século XX; Morte

Catalogação

C M Famalicão® - Todos os direitos reservados
in web Acesso online ao Patrimonium. Sistemas do Futuro