logotipo

O museu não detém a propriedade de direitos autorais e não se responsabiliza por utilizações indevidas praticadas por terceiros. Saiba mais


Tipo imóvel:
Capela
Designação:
Capela de Santo António
Descrição:
A Capela de Santo António do Ameal pertenceu à Quinta de Castelões (de dentro) também chamada de Quinta do Visconde, passando a posse, na primeira metade do século XX, para a Confraria de Santo António. A sua construção é apontada para o século XVII, aparecendo referida nos capítulos de visita de 1676. Até finais da década de 1970, tinha nave única, sem capela-mor, e sacristia colocada por detrás do altar-mor. Entre 1979/1980, por ocasião dos 300 anos da Confraria, o seu interior foi alvo de intervenção, com a retirada do velho altar-mor e recuo do novo até à parede fundeira da antiga sacristia, e construção de uma nova. Possui um púlpito adossado à fachada principal, cujo acesso se faz por uma escadaria de 4 degraus, talvez com a função de celebração de missa campal ou pregação, devido às dimensões reduzidas da capela, que não deveria conseguir reunir todos os devotos que a ela ocorriam. No topo da empena existe um pequeno campanário com sino. Celebra festejos a Santo António no fim-de-semana próximo ao dia 13 de junho.
Cronologia:
Construção; 1651-01-01 1750-12-31 Idade Moderna; Século XVII: Segunda Metade - Século XVIII: Primeira Metade; Construção; Conjetural: Fundamentado pela sua menção nas "Memórias Paroquiais" de 1758.* 1736-05-09 1736-05-09 Idade Moderna; Século XVIII; Confraria de Santo António; REGISTO de confirmacao de estatutos da confraria de Santo Antonio, da freguesia de Santiago de Casteloes, termo da vila de Barcelos, a favor do juiz e mais oficiais da dita confraria. Intervenção; 1769-01-14 1769-01-14 Idade Moderna; Século XVIII; Altar-mor; REGISTO de provisao para se fazer a obra do altar de Santo Antonio e se usar dele para os Oficios Divinos, sito na freguesia de Santiago de Casteloes, a favor do Juiz e Oficiais da Confraria de Santo Antonio. Reabilitação; 1979-06-20 1980-06-12 Contemporânea; Século XX; Intervenção/Reabilitação Inauguração; 2006-11-25 2006-11-25 Contemporânea; Século XXI; Acontecimento/Inauguração; Obras do adro
Épocas:
Medidas:
Comprimento: 13,80 Linear\Metro (m) [Capela.] Valor baseado na informação de A. Martins Vieira em "As Capelas no Concelho de Vila Nova de Famalicão".

Largura: 6,75 Linear\Metro (m) [Capela.] Valor baseado na informação de A. Martins Vieira em "As Capelas no Concelho de Vila Nova de Famalicão".

Unidade cultural:
Gabinete do Património Cultural
Número:
GPC.1004C01
Historial
Historial

® C M Famalicão - Todos os direitos reservados
Muda Contraste Atalhos Acessibilidade
in web Acesso online à coleção Sistemas do Futuro
logotipo
CONTATOS

Site: institutoburlemarx.org
Instagram: @institutoburlemarx
Email: info@institutoburlemarx.org



TERMOS E CONDIÇÕES




Instituto Burle Marx Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados
in web Acesso online à coleção Sistemas do Futuro