O museu não detém a propriedade de direitos autorais e não se responsabiliza por utilizações indevidas praticadas por terceiros. Saiba mais


Tipo imóvel:
Povoado
Designação:
Bouça de Pique
Outras designações:
Monte do Marinho

Fonte de Rei

Descrição:
Povoado, provavelmente de ar livre, onde foram encontrados um machado polido de quartzito e dois vasos cerâmicos inteiros, de clara associação ao grupo das cerâmicas "tipo Penha".
Cronologia:
Calcolítico; IIIº milénio a.C.

Épocas:
Protecção:
Em Vigor\Direta\Classificação\Conjunto\Interesse Público (C.I.P.); Classificação, pela portaria n.º 659/2022 (Diário da República, 2.ª série - N.º 169 - 1 de Setembro de 2022. Página 117-119), do "Conjunto Arqueológica das Eiras", no qual se inclui: o Castro das Eiras (incluindo balneário); a Necrópole de Vermoim (composta por quatro mamoas); o Castro de Santa Cristina; o Castro de Vermoim; a Atalaia de Telhado; e a Bouça do Pique.

Em Vigor\Direta\Plano Diretor Municipal\2015\Planta de Ordenamento II - Património Edificado e Arqueológico\Planta B; Revisão do Plano Diretor Municipal aprovada pelo Aviso n.º 10268/2015, de 8 de Setembro de 2015 (Diário da República, n.º 175, 2.ª Série); Identificado com o código DOGU n.º 1039: "Bouça do Pique"

Escavações:
2004-07-19; 2004-07-31; A Reconstituição da Paisagem do Entre-Douro-e-Minho (...); Ana Maria dos Santos Bettencourt

Unidade cultural:

® C M Famalicão - Todos os direitos reservados
in web Acesso online à coleção Sistemas do Futuro