logotipo

O museu não detém a propriedade de direitos autorais e não se responsabiliza por utilizações indevidas praticadas por terceiros. Saiba mais


Designação:
Pão de Santo António
Outras designações:
Pão dos Pobres Bodo aos Pobres (Distribuição do); O bodo é a distribuição de comida aos pobres em dia de festa. Por vezes também se dá presentes de roupa ou em dinheiro. Segundo a tradição, o costume de celebrar o bodo foi introduzido em Portugal no séc. XIII pela Rainha Santa Isabel.
Descrição:
A bênção e distribuição do Pão de Santo António, também conhecido por "Pão Bento" e "Pão dos Pobres" é um ritual que se encontra associado às Festas Antoninas desde o ano de 1906, embora a sua introdução no concelho de Vila Nova de Famalicão tivesse ocorrido um ano antes, pela instituição de caridade "O Pão de Santo António", a mesma que introduziu esta prática no programa das Festas. Este ritual acontece após o final da Eucaristia do dia 13 de junho, no lado de fora da capela de Santo António. O pároco que preside à missa, após dizer algumas preces, benze o pão, sendo de seguida distribuído às pessoas que ansiosamente esperavam por levar um exemplar para casa. Sobre esta prática, existe um ritual praticado no concelho de Vila Nova de Famalicão, segundo o qual o pão é armazenado de um ano para o outro ou comido no próprio dia, porque, segundo a tradição popular, além de ter um sabor especial e de manter-se fresco e saboroso muito tempo após a data de fabrico, costuma trazer abundância alimentar à casa de quem o tem.
Cronologia:
1890; 1890Contemporânea; Século XIX; Neste ano, reza a história que na cidade francesa de Toulou (França) uma merceeira chamada Luísa Bouffier, ao deparar-se com a dificuldade do serralheiro em abrir a porta do armazém, prometeu a Santo António que se a porta cedesse sem ser arrombada, daria alguns quilos de pão os pobres. Quando o serralheiro regressou, com os instrumentos destinados a arrombar a porta, a merceeira resolveu dar uma vez mais a volta à chave, e a porta abriu-se. A partir daí, a senhora Bouffier recorria sempre a Santo António, para as dificuldades e, logo a seguir, muitas pessoas a imitaram na devoção ao grande taumaturgo português. Assim, as esmolas que eram oferecidas ao Santo, revertiam a favor dos pobres, com as quais era comprado pão para lhes oferecer. 1895; 1895Contemporânea; Século XIX; Distribuição de Pão; Início da distribuição de Pão de Santo António em Portugal, segundo Frei António de Sousa Araújo, enquadrada no sétimo centenário de nascimento do Santo. 1895-06-22 1895-06-22Contemporânea; Século XIX; Os oficiais de Santo António fundaram a Conferência de São Vicente de Paulo em Vila Nova de Famalicão. 1900; 1900; Neste ano, os bombeiros voluntários já procediam à distribuição do bodo aos pobres. 1904-07-19 1904-07-19 Segundo uma notícia saída no Correio do Minho de 1997, consta-se que esta foi a data em que se distribuiu pela primeira vez o Pão de Santo António aos pobres de Vila Nova de Famalicão. 1905; 1905; No relatório deste ano, assinado pelo presidente da Conferência de São Vicente de Paulo, José de Azevedo e Menezes, dava-se conta da verba de 13$740 reis para o Pão de Santo António. 1905; 1905; A Conferência de São Vicente de Paulo, passado quatro meses e meio da implementação do Pão de Santo António em Famalicão, arrecadava já nos seus cofres a quantia de 48.030 reis. Daí que resolveram fazer mais quatro distribuições de pão, cada uma de 50 boroas, nos dias 30 de Agosto, 27 de Setembro, 18 de Outubro e 22 de Novembro a igual número de pobres. Eram então 200 as boroas que eram distribuídas na Vila e nas freguesias de Calendário, Antas, Seide, Requião, Vale São Martinho, Gavião, Cruz, Brufe, Louro e Mouquim. 1905-07-23 1905-07-23 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, foi inaugurada a caridosa obra do Pão de Santo António, na vila, pela benemérita Confraria de São Vicente de Paulo, através da distribuição de 400 broas aos podes do concelho. 1905-10-08 1905-10-08 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, a benemérita Confraria de São Vicente de Paulo distribuiu há dias 50 esmolas do pão a outros tantos necessitados. 1905-11-19 1905-11-19 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, vai fazer-se brevemente mais uma distribuição e pão aos pobres, que se efetuará na capela de Santo António, como de costume. 1905-11-26 1905-11-26 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, distribuiu-se na última quarta-feira 60 boroas de pão aos pobres desta vila e da freguesia de São Tiago de Antas. O acto revestiu o costumado cerimonial. 1907-01-13 1907-01-13 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, todas as terceiras quartas-feiras de cada mês, a instituição de caridade “O Pão de Santo António? distribuirá boroas de pão aos pobres. No próximo dia 16, haverá uma distribuição de pão aos pobres das freguesias de Famalicão e São Tiago de Antas. Como de costume, a entrega é feita na capela de Santo António, pelos membros diretores da Conferência de São Vicente de Paulo. 1907-01-20 1907-01-20 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, na passada quarta-feira foram distribuídas 50 boroas de pão pelos pobres das freguesias da Vila e de Antas. 1907-03-24 1907-03-24 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, distribuíram-se na capela de Santo António as esmolas de pão aos necessitados desta Vila. 1910-01-01 1910-01-01 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, procedeu-se à distribuição do pão de Santo António no dia de Natal, sendo contemplados muitos pobres com essa caridosa esmola. 1924-01-06 1924-01-06 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, o sr. Manuel Bouças ofereceu para o Pão de Santo António, em benefício dos pobres, a quantia de 50$00. Da esposa do sr. José Moreira Gomes 20$00. 1956-06-17 1956-06-17 Distribuição de Pão; Distribuição de 700 quilos de pão 1957-06-16 1957-06-16 Segundo uma notícia saída no Estrela do Minho, na continuação de uma tradição velhinha, realizou-se na Capela de Santo António, desta Vila, a habitual distribuição grande do Pão de Santo António. A tocante cerimónia constou de Missa com alocução e cânticos adequados, tendo o venerando capelão Reverendo Padre Freitas Reis presidido à distribuição de 580 boroas de pão a outros tantos necessitados. 198?; 198?; Início da distribuição do Pão de Santo António no Edifício das Lameiras. É uma iniciativa da Associação de Moradores das Lameiras, sempre na manhã do dia 13 de Junho, depois da bênção na capela pelo pároco de São Tiago de Antas.
Localização:
Presença da manifestação; Atual\Portugal\Braga\Vila Nova de Famalicão\União das freguesias de Antas e Abade de Vermoim\Antas; Distribuição do Pão de Santo António na Capela de Santo António (Exterior) Manifestação congénere\Interna\Ativa; Atual\Portugal\Braga\Vila Nova de Famalicão\União das freguesias de Antas e Abade de Vermoim\Antas; Distribuição do Pão de Santo António no Complexo Habitacional das Lameiras Manifestação congénere\Interna\Ativa; Atual\Portugal\Braga\Vila Nova de Famalicão\Louro; Distribuição de Pão na Capela de Santo António, no Louro Manifestação congénere\Externa; Atual\Portugal\Lisboa\Lisboa\Santa Maria Maior; Distribuição do Pão de Santo António na Igreja de Santo António de Lisboa Manifestação congénere\Externa; Atual\Portugal\Braga\Guimarães; Distribuição do Pão de Santo António no Edifício da Ordem Terceira Manifestação congénere\Externa; Atual\Brasil\Goiás\Santo Antônio do Descoberto; Distribuição do Pão de Santo António no Santuário de Santo Antônio do Descoberto
Idiomas:
Português\Dialetos portugueses\Setentrionais\Dialetos baixo-minhotos-durienses-beirões
Unidade cultural:
Gabinete do Património Cultural
Nº inventário:
GPC.IPI.000033
Catalogação
Capela

Capela de Santo António

Contemporânea

Festas Antoninas
Capela

Capela de Santo António (Não existe na atualidade)

Idade Moderna

Saco\Saco de Pão

Saco de "Pão de Santo António"

Contemporânea

Livro

Livro das Contas da Conferência de São Vicente de Paulo de Vila Nova de Famalicão

Contemporânea

Eventos
Exposições

Temporária; Festas Antoninas; Entre o Sagrado e o Profano;
Acontecimento

Surgimento; Bênção e Distribuição do Pão de Santo António: Primeira referência documental; 1906-06-14;

® C M Famalicão - Todos os direitos reservados
Muda Contraste Atalhos Acessibilidade
in web Acesso online à coleção Sistemas do Futuro
logotipo
CONTATOS

Site: institutoburlemarx.org
Instagram: @institutoburlemarx
Email: info@institutoburlemarx.org



TERMOS E CONDIÇÕES




Instituto Burle Marx Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados
in web Acesso online à coleção Sistemas do Futuro