O museu não detém a propriedade de direitos autorais e não se responsabiliza por utilizações indevidas praticadas por terceiros. Saiba mais


Tipo imóvel:
Designação:
"Arcos"
Outras designações:
Arcos

Aqueduto de Castelões

Arcos da Quinta de Santiago

Aqueduto de Santiago

Descrição:
Situado num pequeno vale entre os lugares de Santiago e da Bouça, é pertença da Quinta de Santiago. Constituído por 17 arcos, numa extensão de 130 metros de comprimento, presume-se que a sua edificação tenha ocorrido durante o século XVIII, em paralelo com os melhoramentos realizados na Casa de Santiago. Um outro facto que aponta a sua construção para esse século é o facto de ser detentor de um traço arquitetónico muito semelhante aos "Arcos de Vila do Conde". A sua edificação teve como objetivo a condução de duas linhas de água para a casa de habitação e terras de lavradio da Quinta de Santiago.
Cronologia:
1601-01-01; 1800-12-31; Transição\Moderna-Contemporânea; Século XVII - Século XVIII; Construção; Conjetural

Protecção:

Revogada\Em Vias de Classificação\Imóvel\Interesse Público; Anúncio n.º 36/2022, DR, 2.ª série, n.º 40

Em Vigor\Direta\Plano Diretor Municipal\2015\Planta de Ordenamento II - Património Edificado e Arqueológico\Planta B; Identificado com o código DOGU n.º 141

Em Vigor\Direta\Plano Diretor Municipal\2015\Planta de Condicionantes I - Gerais\Planta C; Identificado com o código P17 (Imóveis em Vias de Classificação): "Casa de Santiago e Aqueduto (Despacho de 31/07/2013)"

Unidade cultural:
Gabinete do Património Cultural
Número:
GPC.1001C02

® C M Famalicão - Todos os direitos reservados
in web Acesso online à coleção Sistemas do Futuro